Em cima da mesa estão questões como o reconhecimento jurídico da Santa Sé em Timor Leste.

O Vaticano e Timor Leste poderão chegar até ao final do ano a um acordo de princípio tendo em vista à assinatura de uma concordata entre os dois Estados.

O primeiro passo foi dado em Díli numa reunião que permitiu fazer já uma primeira abordagem dos procedimentos e temas que irão estruturar as relações bilaterais, diz Zacarias da Costa, ministro timorense dos Negócios Estrangeiros.

“Anunciamos o primeiro passo e todos estamos de acordo que, ainda este ano, deveremos concluir esse acordo. Vamos trabalhar com afinco”, garante Zacarias da Costa.

O ministro timorense dos Negócios Estrangeiros sublinha que “o mais importante é que a Santa Sé e o Estado timorense tenham um instrumento que consagra o entendimento que existe nas mais diversas áreas”.

Em cima da mesa estão questões como o reconhecimento jurídico da Santa Sé em Timor Leste e o direito da Igreja a organizar as suas actividades, sobretudo na educação e na saúde.

A próxima reunião deverá ter lugar no final de Junho em Díli.

[b]Fonte: Renascença – Portugal[/b]