O secretário da Congregação para a Doutrina da Fé, Arcebispo Angelo Amato, negou esta semana que exista um quarto segredo de Fátima e assegurou que as revelações da santa católica às três crianças pastoras já foram feitas.

“Não existe nenhum quarto segredo de Fátima”, disse Amato, que evitou comentar certos rumores sobre um suposta nova revelação que “conterias desgraças para toda a humanidade”.

O arcebispo, responsável pelo órgão que foi presidido pelo cardeal Joseph Ratzinger até este ser nomeado papa, assegurou que realizou pesquisas que garantem que não existe o suposto quarto segredo.

Explicou que não há nenhum tipo de documentação que sustente esta teoria nem nos textos papais ou na Congregação para a Doutrina da Fé, antigo Santo Ofício, encarregado de cuidar da ortodoxia do catolicismo.

A profecia de Fátima está dividida em três partes e foi revelada pela santa católica às crianças pastoras Lúcia, Jacinta e Francisco em 1917 durante aparições em 13 de maio, 13 de julho e 13 de outubro, como acreditam os católicos.

Fonte: EFE