O uso de uma imagem do Papa Francisco com camisa do Palmeiras em uma propaganda da Crefisa pode fazer o Vaticano ir à Justiça contra a patrocinadora do clube alviverde.

[img align=left width=300]http://cdn.espn.com.br/image/quadrada/350_7859bf7c-314c-32d7-8443-50b58ce1cae8.jpg[/img]A informação foi dada ao ESPN.com.br pelo porta-voz do Vaticano, Greg Burke. “Isto é um uso não autorizado da imagem do Papa”, disse ele sobre o anúncio de página inteira que a Crefisa publicou em jornais. Nele, a empresa diz que o “Papa Francisco entrou para a Família Palmeiras e abençoou o Manto”. E termina dizendo que “um patrocínio forte faz um time forte”.

A propaganda foi feita com uma foto tirada no Vaticano em que pessoas seguram uma camisa do Palmeiras, com a marca da Crefisa, diante do Papa.

Além da falta de autorização, Burke diz que a imagem ainda “claramente é oposta à forma como o Papa pensa”. Francisco é um crítico dos grandes lucros de empresas.

O porta-voz disse que a situação pode acabar na Justiça. “A Santa Sé poderia tomar uma atitude legal”, afirmou Burke.

Antes do Papa, a marca do patrocinador do Palmeiras foi exposta por celebridades, como o canter Justin Bieber, em show no Allianz Parque.

Com a Crefisa, o Palmeiras tem a maior receita de patrocínio do futebol brasileiro. Apenas no balanço oficial de 2016, o clube faturou mais de R$ 90 milhões com patrocínio. A empresa ainda ajuda o clube na contratação de jogadores, como o colombiano Borja.

[b]Fonte: ESPN[/b]