Câmara Municipal de São Pedro da Aldeia, no Rio de Janeiro
Câmara Municipal de São Pedro da Aldeia, no Rio de Janeiro

Um caso de censura gerou polêmica no município de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro.

Nove dos dez vereadores da cidade assinaram e protocolaram um documento que visa impedir a realização de uma peça teatral. O espetáculo em questão é o Stand Up Comedy “Igreja Evangélica Pica das Galáxias”, que tem como personagem central o “bispo Arnaldo”.

A carta foi enviada nesta semana a direção do Teatro Municipal Átila Costa, solicitando o cancelamento da apresentação, prevista para ocorrer no próximo dia 27. No documento, os parlamentares afirmam que se sentem desconfortáveis com o conteúdo do espetáculo, que na opinião da maioria do Legislativo aldeense, não é apropriada para o município.

No entanto, a diretora do Teatro Municipal, Norma Alamo, alegou em entrevista ao Portal Rc24h, que não irá ceder à pressão dos vereadores, pois o papel dela é garantir a livre expressão cultural, que é respeitada pelo prefeito Claudio Chumbinho e secretário de Governo, Eron Bezerra.

Na internet, uma moradora da cidade manifestou sua insatisfação com o requerimento da Câmara de Vereadores. “Gente de mente e coração pequenos e língua grande. Às vezes parece que estamos em uma cidade de novela de época, em tempos que as carolas e os coronéis proibiam artistas ou qualquer um que fosse diferente de seus hipócritas padrões de entrar ou permanecer na cidade, em nome do que eles chamavam moral e bons costumes”, disse Simone Dalcim.

Também assinam a nota de repúdio o Conselho de Ministros Evangélicos da cidade de São Pedro da Aldeia, juntamente com a União dos Militares Evangélicos da Marinha, entre outros representantes das igrejas evangélicas locais.

Fonte: Clique Diário com informações do Portal RC/24H