O ator Will Smith negou pertencer à igreja da Cientologia, como afirmavam veículos de comunicação americanos, que se baseavam em sua amizade com Tom Cruise, informou a revista “People”.

“Não é preciso ser judeu para ser amigo de Steven Spielberg, não é preciso ser muçulmano para ser amigo de Muhammad Ali e não é preciso ser cientólogo para ser amigo de Tom Cruise”, afirmou o protagonista de “Eu Sou a Lenda” (1996).

Recentemente, várias publicações americanas indicaram, algumas em suas capas, que Smith estava cada vez mais envolvido nas atividades da Cientologia.

“Sou cristão”, disse o ator e cantor, que foi alçado à fama com a série “Um maluco no pedaço” (1990).

Smith, de 39 anos, deve estrear dois filmes este ano (“Hancock” e “Seven Pounds”).

Ele afirmou ser um “estudioso de todas as religiões” e destacou que respeita as pessoas “de todas as crenças”.

Fonte: EFE