O ex-xeique Bahaa el-Din Ahmed Hussein el-Akkad, de 57 anos, preso três meses depois de ter se convertido do islamismo para o cristianismo, acaba de ser libertado. A informação foi dada pelo diretor de operações da Portas Abertas no Egito.

“Estamos felizes pela liberdade de nosso irmão que agora está novamente com sua família. Nós, da base da Portas Abertas do Egito, estamos alegres em compartilhar a boa notícia”, disse ele.

O ex-xeique estava preso desde o dia 6 de abril de 2005. Por mais de 20 anos, foi membro do grupo islâmico fundamentalista Tabligh e Da’wa, dedicado à conversão de não-muçulmanos, mas que estritamente se opunha à violência.

Ele também esteve à frente de uma comunidade em uma mesquita em Al-Haram, na área de Giza, adjacente ao Cairo. Mas ele estava desiludido e, cinco anos antes, começou a orar para que, de alguma maneira, pudesse conhecer Deus pessoalmente (leia mais).

Somente em janeiro de 2005 ele conversou, pela primeira vez, com alguém que lhe explicou as doutrinas da fé cristã. Começou a estudar as Escrituras intensivamente e, dentro de algumas semanas, tornou-se um seguidor de Jesus. Três meses depois foi preso.

A Portas Abertas promoveu campanhas de cartas em favor desse nosso irmão e, agora, diante da maravilhosa notícia de sua libertação, agradecemos a todos que escreveram para as autoridades egípcias e também a todos que enviaram mensagens de encorajamento para Bahaa el-Din.

Fonte: Portas Abertas