Na última semana a passagem do tufão Haiyan pelas Filipinas devastou diversas regiões do país, e pode ter vitimado fatalmente cerca de 10 mil pessoas.

Considerado por especialistas como o tufão mais violento já registrado em terra firme, o Haiyan deixou um grande rastro de destruição, que assolou a região central das Filipinas.

Os relatos das organizações humanitárias que estão no local, são de que pelo menos 25 milhões de filipinos foram afetados e estão desabrigados e passando por necessidades básicas.

[img align=left width=300]http://noticias.gospelmais.com.br/files/2013/11/tufão-filipinas.jpg[/img]Diante dessa tragédia, agências de ajuda humanitária em todo o mundo estão se mobilizando para enviar ajuda às vítimas do tufão. O grupo humanitário coordenado pela World Vision (Visão Mundial), foi uma das agências cristãs que anunciou uma resposta de emergência, e vai fornecer alimentos, kits de higiene, abrigo e outros suprimentos para 1,2 milhões de pessoas nas regiões afetadas.

De acordo com a Visão Mundial, seus esforços terão um foco especial nas crianças, consideradas por eles como “as mais vulneráveis” em casos de desastres como o Typhoon Haiyan.

[b]Missionária brasileira desaparecida[/b]

A brasileira Lidia Caetano de Souza é uma missionária da Igreja Assembleia de Deus que mora em Tacoblan, uma das áreas mais afetadas pelo tufão. A missionária vive há 14 anos nas Filipinas e está desaparecida desde o fim da última semana.

Desde sexta feira. pastores e amigos aqui no Brasil vêm tentando contatá-la, mas ainda não obtiveram nenhuma resposta. Diante disso, igrejas no Rio de Janeiro fizeram orações pela vida da missionária e dos demais habitantes daquela região.