George BushUma associação civil está processando o governo Bush por doações feitas a um centro de aconselhamento matrimonial que orienta as esposas a servirem seus maridos e a fazê-los felizes como forma de honrar a Deus.

O grupo, Americanos Unidos pela Separação da Igreja e Estado, declarou que a administração Bush tem apoiado inconstitucionalmente organizações de orientação religiosa visando promover uma agenda fundamentalista cristã.

O Instituto Matrimonial do Noroeste recebeu US$ 97.750 no ano passado do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, segundo a demanda apresentada na corte distrital. Em seu site na internet, o instituto cita várias passagens da Bíblia, incluindo uma que exorta as esposas a conquistarem seus maridos com um “espírito tranqüilo”.

“Esse programa treina as pessoas sobre como fazer com que seus casamentos se conformem a uma interpretação estreita da fé”, avaliou o reverendo Barry W. Lynn, diretor-executivo do Americanos Unidos, baseado em Washington. “Não é papel do governo federal forçar os contribuintes a financiarem isso”. O grupo quer que a doação seja devolvida, com juros, aos cofres públicos e que a administração federal seja proibida de voltar a ajudar financeiramente o instituto.

Fonte: Último Segundo