Em um debate da campanha de 1985 para prefeito de São Paulo, o jornalista Boris Casoy perguntou a FHC se ele acreditava em Deus. A resposta evasiva foi considerada decisiva para sua derrota para Jânio Quadros. Anteontem, o caso foi relembrado pela Folha a Fernando Gabeira.

Acredita em Deus?

FERNANDO GABEIRA – Defendo liberdade de religião. Tenho em relação aos verdadeiros religiosos duas afinidades. A primeira é a compaixão como sentimento mais importante. A segunda é o relativo desapego a bens materiais.
Tem imóveis?

Não, nem carro. Só moto. Do ponto de vista de religião, eu trabalho muito com os budistas.
Considera-se budista?

Eu não, mas eles me consideram, eu creio.

E divindade, Deus?

Essa noção é ocidental. Se você tem compaixão, desapego a bens e está junto das pessoas, acreditar em Deus não fará diferença na relação de fraternidade.

Fonte: Folha de São Paulo