Integrante do ‘Morning Show’, programa transmitido pela Jovem Pan diariamente, a jornalista Helen Braun foi alvo da ira de pelo menos dois usuários do Twitter. Ao se posicionar contra a isenção de impostos às igrejas, tema que foi levantado pela atração durante a edição desta quarta-feira, 26, a apresentadora foi xingada.

Os posts ofensivos à comunicadora da Pan foram apagados minutos depois. Helen, porém, respondeu aos xingamentos ao vivo, durante a apresentação do programa. “A despeito da elegância de seus argumentos e do quanto vocês mostram os seus valores cristãos, só quero dizer que nós vivemos num país laico”, disse a jornalista ao se dirigir aos internautas identificados como Jaque Santos e Marcio Santos, os autores das ofensas.

“Não há nenhuma justificativa para um país laico conceder benefícios a igrejas”, continuou a apresentadora, tendo como base os princípios presentes na Constituição Federal. “Fazer caridade, que é a justificativa usada [pelas entidades religiosas para não terem tributos], é obrigação de qualquer igreja”, reforçou a jornalista, antes de lembrar que, em média, empresas pagam como impostos 30% do que faturam.

[b]Apoio e mais ofensas
[/b]
No site oficial da Jovem Pan, a maioria dos internautas se posicionou a favor de Helen Braun. Teve gente, contudo, que a criticou. A usuária Alessandra Kaliniczenko afirmou que não ouve mais a rádio por causa da comunicadora. No canal da emissora no YouTube, a maioria também demonstrou apoio à jornalista e criticou a questão de ausência de tributos destinados a instituições religiosas. No espaço, ela voltou a ser ofendida, sendo chamada de “sapatão”, “comunista” e alguém que “desrespeita o cristianismo”.

[b]Fonte: Portal Comunique-se[/b]