O arcebispo de Canterbury, Rowan Williams, assegurou que a Comunhão Anglicana tem o desafio, delicado mas profundo, de honrar o compromisso assumido na Conferência de Lambeth, em 1998, de escutar a experiência das pessoas gay e lésbica.

Ele fez o comentário ao saudar um relatório interino sobre o processo de escuta da Comunhão Anglicana, um compromisso para ouvir a experiência das pessoas homossexuais.

O relatório preliminar foi elaborado pelo cônego Phil Groves e os membros do Escritório da Comunhão Anglicana. O texto do documento enfatiza que “a sensibilidade deste exercício é óbvia. O contexto social, cultural e legal é sumamente variado”. Admite que existem contextos nos quais é difícil encontrar um lugar seguro para que pessoas gay e lésbica possam falar de suas vidas de forma aberta.

O relatório mostra que a escuta é possível, mas também que há uma grande tarefa ainda a ser feita. “O trabalho continua, mas temos aqui um importante começo”, assinala.

Fonte: ALC