Pela primeira vez, a Arquidiocese de São Paulo irá promover um debate com os cinco candidatos mais bem colocados nas pesquisas da cidade.

Nesta segunda-feira (10), assessores de Celso Russomanno (PRB), José Serra (PSDB), Fernando Haddad (PT), Gabriel Chalita (PMDB) e de Soninha Francine (PPS) participaram de uma reunião com os representantes da Igreja Católica paulistana para definir os detalhes do que os religiosos chamam de “colóquio”.

Cerca de 300 padres participarão do evento e poderão formular perguntas aos candidatos. Cada postulante poderá responder duas perguntas, que devem tratar de temas sociais relacionados com serviços mantidos pela igreja em parceria com a prefeitura, como a Pastoral do Menor.

De acordo com a assessoria de imprensa da Arquidiocese de São Paulo, a ideia não é disputa religiosa ou tratar de temas que não são da esfera municipal. Segundo a entidade, a intenção é debater propostas para a cidade e fazer com quem os candidatos ouçam as demandas da Igreja Católica.

A ideia do colóquio partiu do cardeal dom Odilo Scherer, bispo em São Paulo desde 2007.

Nenhum candidato, de acordo com a assessoria, confirmou formalmente a presença no evento, que deve acontecer no próximo dia 20, entre 15h e 16h, com duração de duas horas. A confirmação deve acontecer até sexta-feira (14).

[b]Fonte: UOL[/b]