Pelo segundo mês consecutivo, a rede de Edir Macedo perdeu audiência na Grande São Paulo. A emissora, que atingiu o auge em junho, quando registrou média diária (das 7h às 24h) de 9,6 pontos, caiu para 8,4 em julho e para 7,6 em agosto. Em dois meses, acumula queda de 21%. Está apenas 0,2 ponto acima do patamar de um ano atrás.

Executivos da Record afirmam que os desempenhos de julho e de agosto foram prejudicados pelas férias escolares e pela Olimpíada. De fato, a emissora registrou ligeira recuperação na semana passada, mas seus carros-chefes, as novelas “Os Mutantes” e “Chamas da Vida”, agora na casa dos 14 pontos, estão bem distantes dos 18 que atingiam em junho.

Como o SBT também caiu em agosto (de 7,2 em julho para 6,9), a Record ainda mantém a vice-liderança isolada na Grande SP. No Ibope nacional, estão praticamente empatadas.

A Globo, graças a Pequim e à recuperação de “A Favorita”, elevou a média diária para 18,2 pontos, alta de 9%. A Band marcou 3,2 pontos (alta de 33%).

De cada cem domicílios com televisores ligados, 40 estavam sintonizados na Globo. A Record, que tinha em junho 21,4% de participação, caiu para 16,7%. Ou seja, perdeu quase cinco de cada 100 domicílios.

A Record, contudo, comemora um crescimento de 21% no acumulado de janeiro a agosto deste ano, em relação ao mesmo período de 2007.

Fonte: Folha de São Paulo