Segundo o colunista do UOL Flávio Ricco, a ordem na emissora é “acomodar porque o dinheiro dos dois será sempre muito bem recebido”.

Recentemente, a Band anunciou o rompimento de seu contrato com a Igreja Mundial do Poder de Deus devido aos atrasos em pagamentos e a substituição da programação da igreja liderada pelo apóstolo Valdemiro Santiago por programas da Igreja Universal do Reino de Deus, liderada pelo bispo Edir Macedo.

Porém, a recente compra de horários na grade de programação da Band por Macedo, pode não significar a saída completa da Igreja Mundial da emissora. Segundo o colunista do UOL Flávio Ricco, a Band estaria tentando manter as duas igrejas em sua grade.

As duas denominações neopentecostais são rivais e travam uma guerra por fiéis e espaço na mídia. Segundo o jornalista, a ordem na emissora é “acomodar porque o dinheiro dos dois será sempre muito bem recebido”.

[b]Fonte: Gospel+[/b]