A Assembléia Legislativa de Minas Gerais realiza, nesta quinta-feira (14/9/06), Reunião Especial de Plenário para entrega do título de cidadã honorária do Estado à vice-presidente da Federação Ministério Sara Nossa Terra, bispa Maria Lúcia de Brito Rodovalho.

A solenidade será às 14 horas e foi requerida pelo deputado Leonardo Quintão (PMDB). O título da cidadania foi concedido por decreto do governador Aécio Neves (PSDB) no último dia 26 de julho devido aos “relevantes serviços prestados ao Estado”, conforme descrito no texto.

De acordo com a página da Sara Nossa Terra na internet, essa comunidade evangélica foi fundada no Distrito Federal em fevereiro de 1992 pelo bispo Robson Rodovalho e sua esposa, Maria Lúcia.

Atualmente, são cerca de 550 igrejas em todo o País e no exterior, coordenadas por um conselho de bispos e um conselho diretor, uma emissora de televisão e outra de rádio, que funcionam como instrumentos de comunicação daquele ministério.

Trabalho com jovens

Formada em Psicologia pela Universidade Católica de Brasília (UCB), a bispa Maria Lúcia Rodovalho tem atuação marcada na área de aconselhamento, com ênfase na formação e reconciliação de núcleos familiares, com atenção principalmente nos jovens.

A bispa é a coordenadora nacional do Ministério Sara Jovem, que foi criado em fevereiro de 2003 e, de acordo com informações do gabinete do deputado Leonardo Quintão, já tem representação em grande parte das cidades mineiras, tendo congregado cerca de três mil jovens no Estado.

Fonte: ABN Noticias