O bispo anglicano de Liverpool, James Jones, pediu desculpas em um livro por ter se oposto à nomeação como bispo de Reading de um clérigo homossexual.

Jones, da asa mais conservadora do anglicanismo, foi um dos nove bispos que assinaram uma carta pública de oposição à nomeação de Jeffrey John para essa diocese inglesa.

Agora, Jones se retratou publicamente em um livro intitulado “A Fallible Church” (Uma Igreja Falível, em tradução livre), no qual lamenta sua forma de se conduzir na ocasião.

Seu colega finalmente declinou a oferta devido às fortes pressões.

Em seu livro, Jones pede que os anglicanos levem em conta os “exemplos bíblicos de amor entre duas pessoas do mesmo sexo, e na relação de Jesus e seu discípulo amado (João)”.

Fonte: Último Segundo