Romualdo Panceiro Filho, bispo da Igreja Universal conseguiu o benefício do passaporte diplomático especial.

Romualdo Panceiro Filho, bispo da Igreja Universal conseguiu, graças ao pedido do senador Marcelo Crivella, o benefício do passaporte diplomático especial, no final de dezembro de 2010, assim como o neto e outros parentes do então presidente Lula.

A informação é do jornal Folha de São Paulo, que frisou ainda o apoio de Edir Macedo a candidatura da eleita Dilma Roussef.

Nem o neto do ex-presidente nem o bispo fazem parte da lista de autoridades listadas no decreto 5.978/ 2006, que prevê a concessão de passaporte especial, que identifica seus membros como representantes diplomáticos de seu país natal e dá privilégios em países estrangeiros. Há locais, como a China, em que este documento dispensa o visto ou leis alfandegárias.

A assessoria do Itamaraty confirmou que Romualdo Panceiro recebeu o passaporte diplomático, e justificou apenas “caráter excepcional” por “interesse do país”.

[b]Fonte: Creio[/b]