A Câmara de Vereadores de Pelotas instalou, nesta sexta-feira, uma comissão processante que investigará se o vereador Cláudio Insaurriaga (PV), o Cururu, faltou com o decoro parlamentar ao subir à tribuna da Casa com uma coroa de espinhos e realizar um suposto exorcismo.

Dos 15 parlamentares da Câmara, 11 aceitaram a denúncia contra o vereador e três votaram contra a instalação da comissão, que definirá se o vereador será cassado ou não.

Cururu fez o “exorcismo” depois que um caixão com bonecos de vodu, representando membros da mesa diretora da câmara, foi encontrado no porão da Casa Legislativa. O vereador retirou os alfinetes que estavam cravados nos bonecos durante a sessão, que acabou sendo cancelada.

De acordo com o presidente da Câmara de Vereadores de Pelotas, Otávio Soares (PSB), três vereadores serão sorteados para integrar a comissão. Segundo Soares, a comissão dará oportunidade ampla de defesa a Cururu e testemunhas serão ouvidas.

Duas denúncias foram abertas contra Cururu por falta de decoro. Uma delas foi protocolada pelo suplente de vereador Marcus Cunha (PSB) e outra pelo presidente da Confederação de Umbanda do município.

Fonte: Terra