sala de aula com crianças
sala de aula com crianças

Na última quarta-feira (04), a Assembleia Legislativa foi palco de uma discussão ferrenha sobre a distribuição de uma cartilha de prevenção contra o HPV.

A deputada Dra. Silvana (MDB) cobrou, já durante o primeiro expediente da sessão plenária do dia na Assembleia Legislativa, que a prefeitura de de Capistrano tomasse uma atitude sobre o conteúdo da cartilha distribuída do Ministério da Saúde, que estava sendo distribuída para crianças, alertando que o material contém imagens impróprias para o público infantil e que é de responsabilidade da gestão municipal proteger as crianças, evitando também a sexualidação precoce delas.

A Dra. Silvana informou que conversou com educadores da cidade de Capistrano (CE) para se informar melhor sobre a situação e repassou a denúncia para o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB/CE). Este, por sua vez, prometeu entrar em contato com o Ministério da Saúde, responsável pelo material.

“Temos que cobrar uma atitude do Ministério da Saúde, mas também da Prefeitura de Capistrano, pois não é só porque o Ministério mandou distribuir esse material que a Prefeitura é obrigada a concordar com o conteúdo dele”, disse a deputada.

As imagens – apontadas por Silvana como impróprias para menores – ensinam passo a passo sobre como usar preservativos para relações sexuais.

“É nosso dever proteger a inocência da infância, permitindo que as nossas crianças sejam crianças”, acrescentou a parlamentar.

O deputado Danniel Oliveira (MDB) destacou como positiva a postura de Dra. Silvana com relação a temas como este e ressaltou o erro grave que é a sexualização precoce das crianças.

“Não podemos tirar a inocência das nossas crianças, temos que preservar a idade delas e deixar que elas sejam crianças, sem qualquer ideia de sexualidade”, assinalou.

A deputada contou também com o apoio do senador Magno Malta, que gravou um vídeo, ressaltando a gravidade desta denúncia.

Fonte: Guia-me