O Papa Bento XVI deve pedir desculpas por ter negado, em sua recente visita ao Brasil, “o Holocausto” contra os indígenas da América, disse hoje o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

“Aqui aconteceu algo muito mais grave que o Holocausto na Segunda Guerra Mundial e ninguém pode negar essa verdade. Sua Santidade não pode vir aqui, na nossa própria terra, e negar o Holocausto indígena”, disse o presidente num discurso reproduzido obrigatoriamente pelas emissoras de rádio e televisão venezuelanas.

“Portanto, como chefe de Estado, mas vestido com a humildade de um camponês venezuelano, eu rogo a Sua Santidade que peça desculpas aos povos de nossa América”, acrescentou.

Fonte: Último Segundo