Uma comissão de representantes do Vaticano faz na tarde desta sexta-feira (9) e na manhã de sábado (10) uma visita aos locais onde Bento XVI deve se reunir com os católicos em São Paulo e ficar hospedado.

O Aeroporto do Campo de Marte, na Zona Norte, Estádio do Pacaembu, na Zona Oeste, e a Catedral da Sé, no Centro, serão vistoriados por Monsenhor Piero Marini, Monsenhor Viganó e Mosenhor José Leite.

A visita dos responsáveis pelo cerimonial do Papa é acompanhada pelo administrador apostólico da Arquidiocese de São Paulo, Dom Manuel Parrado Carral, e pelos responsáveis pela Secretaria Executiva que prepara a recepção do papa, Dom Pedro Luís Stringhini e padre Marcelo Alves. O grupo deve apresentar detalhes de como serão realizados os eventos para que seja finalizada a agenda oficial do Papa, que será divulgada em abril, um mês antes da viagem.

De acordo com Monsenhor Marini, a comissão se reúne para acertar detalhes das celebrações. Serão discutidos desde o número de cadeiras no altar até como será feita a distribuição da eucaristia para os dois milhões de fiéis que são esperados para a missa campal no Aeroporto do Campo de Marte. As celebrações serão realizadas em português e um livreto será preparado para que os católicos acompanhem a missa.

Monsenhor Marini não antecipou o tema da homilia (pregação feita antes da preparação da comunhão), mas disse que os comentários de Bento XVI devem ser embasados pelas passagens bíblicas que serão escolhidas. Segundo a organização brasileira da visita, o grupo propôs o Evangelho previsto na liturgia do dia para a missa. O Papa ainda tem a possibilidade de fazer uma alteração nessa escolha e relacionar uma passagem da vida de Jesus que ele acredite estar mais relacionada ao momento de sua visita ao Brasil.

O grupo visita pontos onde Bento XVI receberá fiéis e líderes da Igreja. O Estádio do Pacaembu será palco para um encontro com representantes da juventude católica no dia 10 de maio. Esse encontro deverá durar cerca de duas horas. No Campo de Marte, está prevista uma missa para cerca de 1,5 milhão de fiéis no dia 11. Bento XVI deve se reunir ainda com os bispos brasileiros em uma espécie de audiência na Catedral da Sé, no dia 11, antes de sua viagem para Aparecida, no Vale do Paraíba.

Neste sábado (10), a comissão visita pela manhã o Mosteiro de São Bento, local onde o Papa ficará hospedado. À tarde, a comissão segue para Aparecida, onde devem orientar os trabalhos de preparação da 5ª Conferência Geral do Episcopado Latinoamericano e do Caribe. Bento XVI fará a abertura do encontro dos bispos no domingo, 13 de maio.

“O Papa está muito interessado nesta viagem. Não será apenas ao Brasil, mas para toda a América Latina. É um continente jovem, de esperança”, disse Monsenhor Marini.

De acordo com padre José Luiz Majella Delgado, secretário executivo das comissões para realização da 5ª Conferência, cerca de 250 pessoas participam da organização direta do encontro. Os organizadores do evento estimam uma gasto de cerca de U$$ 2 milhões para realização da conferência. O dinheiro deve ser captado com colaboradores e a própria Igreja.

Fonte: G1