As denominações históricas congregadas no Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC) vão assinar, na quinta-feira, 15, em São Paulo, acordo de Reconhecimento Mútuo do Batismo.

A cerimônia integra o programa de comemorações dos 25 anos de existência e atuação do organismo ecumênico brasileiro.

O culto em ação de graças pelo aniversário da instituição, na noite do dia 15, também em São Paulo, terá liturgia voltada ao Batismo, sacramento que une as igrejas do CONIC para serem fontes de “água viva” no mundo e instrumentos de comunhão e paz. Na celebração, representantes das igrejas vão renovar o compromisso ecumênico, no serviço, na promoção humana, “sendo instrumentos da paz de Deus no país”.

De 15 a 17 de novembro, líderes religiosos, padres, pastores e leigos vão se reunir para o Congresso Missionário Ecumênico, na capital paulista, com o intuito de refletirem os rumos do movimento ecumênico e as propostas de atuação conjunta para as igrejas cristãs na perspectiva católica e protestante.

Na manhã da quinta-feira, 15, líderes cristãos farão o desjejum num café inter-religioso, que contará com a presença do rabino Henri Sobel, da comunidade israelita, do xeque Armando Hussein Saleh, da comunidade muçulmana, e de representantes budistas e da religiosidade afro-brasileira.

O moderador do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) e presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Walter Altmann, e o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Geraldo Lírio Rocha, confirmaram participação no Congresso Missionário.

A Comissão de Liturgia do CONIC preparou celebração específica para o culto dos 25 anos. O organismo ecumênico convida as igrejas locais a lembrarem essa data em culto no domingo, 18, ou em outra que for mais adequada para a congregação local.

O CONIC foi fundado em novembro de 1982, teve sua primeira sede em Porto Alegre e agora ela está localizada em Brasília. A instituição ecumênica reúne as igrejas Católica Apostólica Romana, Católica Ortodoxa Siriana, Cristã Reformada, Episcopal Anglicana, Evangélica de Confissão Luterana e a Presbiteriana Unida.

Fonte: ALC