A Assembleia Constituinte do Nepal tem elaborado uma nova Constituição, porém é improvável que isso melhore a liberdade religiosa.

Embora mudanças governamentais progressivas específicas tenham sido propostas pelas comissões da Assembleia, a Comissão dos Direitos e Princípios Fundamentais (CFRDP) quer que o país mantenha a atual proibição de atividades voltadas para a conversão religiosa. O projeto preliminar apresentado pelo CFRDP visa tornar puníveis qualquer tentativa de conversão.

Nenhum dos 43 membros do CFRDP é cristão. Binda Pandey chefe do comitê disse: “Nós recebemos algumas sugestões de obreiros que queriam a liberdade de conversão, mas não foi o desejo da maioria.” Isto sugere que a liberdade religiosa é vista como uma questão de interesse apenas para os cristãos, e não como um direito humano fundamental.

A Constituição provisória de 2007 que está atualmente em vigor restringe a liberdade religiosa e proíbe toda e qualquer atividade destinada à reconversão, declarando que uma pessoa pode praticar apenas a religião ensinada desde os tempos antigos.

Atualmente os números oficiais sugerem que mais de meio milhão de cristãos no Nepal. Alguns líderes da igreja colocam um valor muito superior, embora se mantenha uma proporção muito pequena (2-3%) da população total. O hinduísmo representa mais de 75% da população total, seguido pelo budismo (16%) e o islamismo (5%).

• Louve ao Senhor pelo notável crescimento das igrejas do Nepal. Ore especialmente para aqueles que buscam compartilhar sua fé, que não podem ser reportados e punidos pela sua fidelidade ao Senhor e que Ele pode continuar a adicionar ao seu número.

• Ore para que ocorra o abrandamento da oposição hindu e para que o cristianismo ganhe a simpatia de líderes hindus, budistas e também muçulmanos influentes.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]