Corretor de imóveis mostra uma das bíblias que ofereceu aos bandidos
Corretor de imóveis mostra uma das bíblias que ofereceu aos bandidos

Um corretor de imóveis de 45 anos ficou cerca de 20 minutos nas mãos de sequestradores na noite de sexta-feira (27), em Araçás, Vila Velha, ES. A vítima, que é evangélica, chegou a oferecer duas bíblias para os criminosos e o carro dele para que o abandonassem e seguissem o caminho do bem.

“Eu ofereci a verdade”, declarou o corretor de imóveis. Ele foi abordado pelo casal identificado como Vinicius Lacerda de Souza Januário, de 19 anos, e uma adolescente de 15 – enquanto conversava ao telefone, na calçada da casa de amigos, no bairro Jaburuna.

A esposa da vítima e a filha de 7 anos, viram o momento em que o corretor de imóveis ficou na mira de uma arma e pediu calma para os assaltantes. “Eu e minha esposa temos muita sintonia e conversamos pelo olhar. Para perceber o que estava acontecendo, não olhei pra ela ao ser rendido. Logo, ela ligou para a polícia”, contou.

Os bandidos exigiram que a vítima entrasse no próprio carro e a obrigaram a dirigir o veículo, um Spin de cor prata. O corretor foi mantido refém com uma arma apontada na cabeça. Depois de 20 minutos, dois policiais em motocicletas conseguiram encontrar o carro e passaram a acompanhar o veículo.

“A todo instante ele dizia que ia me matar. Pior que ele, era a menina. Isso me assustou mais, pois ela era a que mais falava coisas assustadoras. Ofereci até a minha bíblia e a da minha esposa para que eles tivessem a palavra de Deus e também o carro para me deixarem, mas gritaram que não queriam”, relembra o corretor de imóveis.

Os policiais perceberam que a vítima fazia sinal, freiando várias vezes, e acionaram a ajuda de outros militares. Ao acessar a Rodovia Darly Santos, mais de 10 viaturas já faziam o cerco para pegar os suspeitos.

“Eles mandaram eu acelerar ainda mais. E eu fiz isso, pois era tudo ou nada. Quando me aproximei, freei uma vez, e depois de novo, fazendo com que o rapaz armado no banco do carona batesse a cabeça no painel. Foi aí que consegui escapar, já a 3 metros dos policiais”, detalhou o corretor.

Um revólver calibre 38 foi encontrado com o suspeito. Ele e a adolescente foram conduzidos para a 2ª Delegacia Regional de Vila Velha, localizada no bairro Cobilândia, onde foram autuados em flagrante pelo crime de roubo majorado pela restrição da liberdade da vítima, emprego de arma e concurso de pessoas.

Segundo a vítima, um veículo dava cobertura à ação criminosa, porém ele não foi identificado.

Como foi a abordagem?

“O rapaz apontou a arma e disse que era um assalto. A princípio achei que queriam o celular, mas depois perguntaram sobre as chaves do carro. E afirmaram que eu iria dirigir pra eles.”

Eles foram agressivos?

“Ficaram me ameaçando o tempo todo. A menina ainda mais. “Vou te furar, você não escapa”, dizia. Estavam agitados e mandados por alguém que falava com eles ao telefone.”

Como você agiu?

“Ofereci as bíblias. Conversei com eles o tempo todo, pedindo calma, foi Deus quem me ajudou, falou comigo de coisas que vão acontecer na minha vida por isso eu sabia que não ia acontecer nada comigo naquele momento. Foi um livramento de Deus.”

Fonte: Gazeta on-line