Evidências apontam para um envenenamento coletivo em um albergue para meninos administrado pela congregação De La Salle, em Mannar, Sri Lanka. Os membros da congregação afirmam que o ato provavelmente teve como objetivo despertar as tensões contra a igreja.

Cerca de 60 meninos foram hospitalizados no dia 29 de abril ao adoecerem durante as reuniões de oração vespertinas, que acontecem logo após o almoço ser servido no albergue.

“Algum tipo de veneno foi adicionado aos condimentos ou à comida depois que ela foi preparada”, afirma Sebamalai Santhiago, que é encarregado do albergue e reitor assistente do colégio Saint Xavier, onde os meninos estudam.

Ele estava se referindo aos relatórios da polícia e do hospital, que estava analisando as amostras dos alimentos.

As primeiras investigações comprovaram que alguém entrou no albergue e envenenou a comida propositalmente. A polícia fechou o abrigo e outros testes estão sendo realizados na cozinha.

Um dos motivos para o incidente pode ter sido as disputas entre a igreja e os oficiais do Estado.

O albergue foi fundado em 1951, e não havia sofrido nada como isso antes, e o incidente chocou os moradores da região. Mais de 80 meninos (de 13 a 18 anos) frequentam o albergue.

“Ninguém foi preso até agora mas, felizmente, todos os alunos de recuperaram”.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]