Uma família com três pessoas que realizava uma reunião de oração em sua própria casa foi atacada por um grupo com cerca de 20 pessoas que chegou à noite, de carro, em Sasthamkottah, distrito de Kollam, em Kerala, na Índia, e invadiu a residência particular. A ação ocorreu no último dia 11 de agosto.

Segundo o ministério Voz de Salem, Raquel, de 75 anos, o filho dela Joykutty, de 54 anos, e a cunhada Annamma, de 47 anos, foram brutalmente feridos. Os invasores também roubaram um furgão da casa.

O nariz de Joykutty foi quebrado. Ao ver o marido machucado, Annamma chorou em voz alta e tentou salvá-lo. Ela também foi espancada pelos agressores e teve a mão direita quebrada.

“A anciã, Raquel, recebeu tapas e foi atirada em um canto”,disse George Mathew, um dos residentes locais, ao ministério Voz de Salem.

Os vizinhos reagiram depressa ao ouvirem o alvoroço, mas os agressores os ameaçaram com uma espada e fugiram no furgão.

O presidente dos Ministros Cristãos das Igrejas na Índia (CMCI, sigla em inglês) Paul Ciniraj, condenou o ataque à família de Joykutty. Ele pediu ao governo para investigar quem esteve por trás deste ato de perseguição a cristãos.

Fonte: Portas Abertas