O arcebispo metropolitano de São Paulo, dom Odilo Pedro Scherer, elogiou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que na terça-feira (28) abriu processo criminal contra todos os 40 acusados pela Procuradoria Geral da República de participação no esquema do mensalão, denunciado em 2005.

“Avalio isso, a abertura do processo, como um fato positivo, reconfortante para a sociedade. Quero deixar claro que não digo a condenação, porque não houve condenação. Me refiro ao fato de as instituições assumirem seu papel.”

Dom Odilo destacou que a posição assumida pelo STF revela sinais animadores para a democracia brasileira. De acordo com ele, “existe de fato uma situação de independência das instituições da República” e “é reconfortante [ver] que as instituições funcionam.”

O arcebispo afirmou que a sociedade brasileira esperava por esse posicionamento. “Isso era o que se esperava. A sociedade esperava muito que tudo não acabasse na impunidade ou sem uma iniciativa para dar uma satisfação à sociedade diante de fatos graves levantados, como acusações, como suspeitas.”

A tarefa de dar resposta à sociedade agora cabe ao Poder Judiciário, alertou. “Agora temos um fato claro de que existe a instituição encarregada, que é o Poder Judiciário que quer levar isso a sério para dar também uma resposta á sociedade como a sociedade espera.”

Fonte: G1