Duas mesquitas francesas foram profanadas e uma delas foi danificada por um incêndio criminoso, coincidindo com o começo do Ramadã, o mês sagrado para o Islã.

Segundo as autoridades, os bombeiros verificaram que o fogo começou em vários lugares da mesquita de Quimper (noroeste) durante a madrugada, o que indica que se trata de um incêndio proposital.

A rápida intervenção dos bombeiros, alertados por um vizinho, permitiu limitar os danos à mesquita, em cujos muros foram pintadas várias suásticas.

É “um ato de agressão contra a comunidade muçulmana” de Quimper, que está “bem integrada”, comentou um alto funcionário da Prefeitura, ao condenar o ocorrido.

Em Carcassonne (sul), os muros de uma mesquita amanheceram cobertos de dezenas de suásticas e de frases racistas ou contra o Islã.

O responsável pela segurança da região, Thierry Senichault, disse à televisão “i-Tele” que as autoridades levam “a sério” o que aconteceu e que acompanharão “atentos” a segurança dos lugares de culto.

Uma investigação está aberta para determinar a autoria dos fatos, mas até o momento não há nenhuma pista privilegiada, indicou um funcionário da Prefeitura de Aude.

O presidente da Associação Islâmica de Aude e responsável pela mesquita, Abib Bamou, apresentará uma denúncia por este fato “sem precedentes” na cidade e indicou que, à primeira vista, não acha que esteja relacionado com o início do Ramadã.

Fonte: EFE