As programações da Igreja Mundial, liderada por Valdemiro Santiago, na Rede TV! podem estar com dias contados.

A Igreja Mundial do Poder de Deus (IMPD) chegou a ter 1.200 horas por mês na TV aberta. O apóstolo Valdemiro Santiago, fundador da denominação, tinha contrato com as emissoras CNT, Band, Rede 21, Rede TV! e Gazeta.

Hoje o religioso conta apenas com 60 horas mensais na Rede TV! por conta de uma estratégia da Igreja Universal do Reino de Deus que, segundo o jornalista Ricardo Feltrin, decidiu “chutar” seu maior rival da TV brasileira.

O jornalista escreveu em sua coluna no jornal Folha de São Paulo que Santiago “pisou no calo” de Edir Macedo quando profetizou que em dois anos, isso em 2012, a Igreja Mundial seria maior que a Universal.

“O líder da Universal decidiu aceitar o desafio e partiu para o contra-ataque. E que contra-ataque”, comenta Feltrin lembrando da reportagem feita pelo “Domingo Espetacular” acusando Valdemiro Santiago de enriquecimento ilícito e mostrando as fazendas adquiridas por ele no Estado do Mato Grosso.

Além da denúncia em rede nacional, a IURD passou a investir nos canais de TV antes ocupados por Santiago, como foi o caso da Rede 21. A Igreja Mundial ocupava 22 horas diárias na emissora que faz parte do Grupo Bandeirantes. Desde o final de 2013 o mesmo período de horas exibe programas da IURD.

As madrugadas da Band também deixaram de ser da IMPD e passaram para a Universal, o contrato com a TV Gazeta e Santiago também foi encerrado e adquirido pela igreja de Edir Macedo.

A única emissora onde Santiago conseguiu exibir sua programação pode cancelar com ele a qualquer momento, pois agora Alexandre Raposo, ex-presidente da Record e fiel da Igreja Universal, segundo Feltrin, é o novo executivo da Rede TV!.

“Acontece que quando chegar o vencimento do contrato de Valdemiro com a Rede TV!, essas duas horinhas e pouco por semana também devem ir para o beleléu”, afirma o jornalista. “Por bebeleléu leia-se Igreja Universal”.

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]