Em vídeo transmitido a centenas de pessoas em Paris, Bento 16 pediu pelo fim do preconceito a estrangeiros

O papa Bento 16 fez um apelo na noite desta sexta-feira, em mensagem de vídeo, a centenas de pessoas reunidas diante da catedral Notre-Dame, em Paris, a “fazer cair as barreiras do medo do outro, do estrangeiro”.

Na transmissão sobre um telão, Bento 16 disse que “o medo daquele que não se parece conosco nasce da ignorância mútua, do ceticismo ou da indiferença”.

A mensagem responde às preocupações de dirigentes religiosos da França ante o que muitos deles qualificam de “estigmatização dos muçulmanos”.

Centenas de pessoas estavam reunidas no adro da igreja para uma noite cultural, lançada por iniciativa do Vaticano para favorecer o diálogo entre crentes e não crentes.

“Muitos admitem que não têm religião, mas desejam um mundo novo e mais livre, mais justo e solidário. Cabe a vocês, em seus países e na Europa, reencontrarem o caminho do diálogo”, declarou Bento 16.

“Trata-se de construir um mundo de liberdade, igualdade e fraternidade, no qual todos devem se sentir livres e iguais em seus direitos de viver sua vida pessoal e comunitária de acordo com as próprias convicções.”

Bento 16 lembrou que a imagem do adro, o átrio da igreja, “lembra o espaço aberto sobre a esplanada próxima ao Templo de Jerusalém, que permitia a todos, mesmo os que não partilhavam a fé de Israel, aproximar-se do templo e fazer perguntas sobre a religião”.

[b]Fonte: Folha Online[/b]