O secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Tarcisio Bertone, entregou ontem na cidade de Ica, no Peru, uma doação dos bispos da Itália de ? 1 milhão para ajudar os desabrigados do terremoto que deixou mais de 500 mortos

Bertone chegou a Ica num pequeno avião para consolar os habitantes, em companhia do cardeal de Lima, Juan Luis Cipriani, do presidente da Conferência Episcopal Peruana, Miguel Cabrejos, e de outras autoridades eclesiásticas.

O enviado do Papa Bento XVI percorreu as ruas, que ainda sofrem os efeitos do forte terremoto que atingiu o país em 15 de agosto, e visitou o santuário do Senhor de Luren, cuja torre principal desabou.

O secretário do Estado do Vaticano participou de uma missa e entregou uma doação – num envelope fechado – para ajudar na reconstrução do santuário, localizado no centro de Ica.

A imagem do Senhor de Luren foi levada em procissão para retribuir a visita e os fiéis a receberam com emoção, entre eles alguns que vieram de locais devastados para agradecer a Deus por continuarem vivos.

Bertone chegará nas próximas horas a Pisco, cidade com o maior número de mortos – 335 pessoas -, entre eles muitos que assistiam a uma missa na igreja de São Clemente, que desabou.

Segundo os números oficiais, o terremoto deixou 1.090 feridos, mais de 43 mil famílias desabrigadas, além de dez igrejas danificadas.

O presidente do Peru, Alan García, entregou hoje em Lima ao secretário de Estado do Vaticano a mais alta condecoração do país, como demonstração de “respeito e afeto ao Santo Padre”.

García prestou seu “profundo agradecimento por esta visita” ao enviado do Papa, que levará “o consolo dos valores cristãos” ao afetados pelo terremoto.

Ele acrescentou que a presença do cardeal Bertone no Peru “é uma demonstração do profundo afeto e interesse permanente que o Santo Padre tem pelo povo peruano, profundamente cristão e permanentemente católico”.

“Acho que as circunstâncias de dor são as que nos permitem construir os valores da solidariedade, valores eternos de Cristo e da Igreja”, afirmou o presidente.

Após ser condecorado com a Grã-Cruz da Ordem do Sol do Peru, Bertone transferiu aos desabrigados e afetados pelo terremoto o apoio espiritual e material do Santo Padre”.

Ele expressou o desejo do Papa de que as comunidades cristãs e civis de todo o mundo ajudem os afetados.

O cardeal presidirá amanhã o 9º Congresso Eucarístico Nacional, que será realizado até o dia 30 na cidade de Chimbote (norte do Peru).

Nesse dia ele retornará a Lima para participar de uma missa solene na Basílica de Santa Rosa, durante os seus festejos anuais.

Ao chegar à capital peruana na quinta-feira, o secretário do Estado do Vaticano disse que levava a saudação do Papa para todo o povo peruano, principalmente os feridos e desabrigados.

Bertone também afirmou que “a recomendação do Papa é ter confiança, fé e esperança, porque todos são solidários com o povo peruano”.

“Há necessidade de fundar uma nova esperança, que é a da reconstrução” nas cidades mais atingidas pelo terremoto, como Pisco, Chinca e Ica, acrescentou.

Fonte: EFE