A rede de computadores do Senado foi usada para editar a página do senador Magno Malta (PR-ES) na Wikipédia durante a sabatina de Dilma Rousseff na Casa, na segunda (29).
[img align=left width=300]https://contrademocracia.files.wordpress.com/2010/05/magno_malta.jpg[/img]
Detectada pelo Brasil WikiEdits, perfil que monitora atualizações na enciclopédia virtual feitas a partir das redes do governo, a alteração apagou todas as menções ao envolvimento de Malta em escândalos.

A assessoria dele diz: “Fomos surpreendidos pela informação, desconhecemos e vamos apurar”.

[b]Fonte: Folha de São Paulo[/b]