Uma cena comovente foi ao ar na madrugada desta segunda-feira (5/12) durante o programa “Conexão Repórter”, apresentado pelo jornalista Roberto Cabrini. A atração, assim como fez a maior parte dos noticiários nacionais, realizou uma grande reportagem sobre a tragédia do voo da Chapecoense, que matou 71 pessoa em Medellín, Colômbia. Enquanto visitava os destroços do avião, Cabrini encontrou uma Bíblia aberta no Salmo 63.

[img align=left width=300]http://uploads.metropoles.com/wp-content/uploads/2016/12/05010606/chape.jpg[/img]Na capa do livro, estava a identificação do dono, o jogador Neto, um dos sobreviventes do voo da Chape. Com autorização do oficial que acompanhava a reportagem, Cabrini pegou a Bíblia e levou para a esposa do jogador, Simone.

[img align=right width=300]http://uploads.metropoles.com/wp-content/uploads/2016/12/05010611/chape2.jpg[/img]No dia seguinte, o jornalista se encontrou com Simone e, diante de muita emoção, devolveu o livro à esposa. O zagueiro Neto é o que tem o quadro mais preocupante entre os sobreviventes. Segundo o último boletim médico, ele continua entubado e está com pneumonia.

[b]Pertences[/b]

O programa de Cabrini mostrou ainda que as malas e vários pertences pessoais dos passageiros e tripulantes dos voos foram reviradas por pessoas que moram no local. A maioria diz que pegou alguma coisa para guardar de “recordação” da tragédia.