Igreja tinha 80 anos e ficava na província de Hassaka. Ataque foi no domingo; agência estatal não relatou qualquer vítima.

Insurgentes do Estado Islâmico explodiram uma igreja de 80 anos no província de Hassaka, no nordeste da Síria, no domingo de Páscoa, informou a agência estatal de notícias Sana.

A agência, que não relatou qualquer vítima, disse que os militantes colocaram explosivos no interior da Igreja da Virgem Maria em Tel Nasri, um vilarejo assírio em uma área onde cristãos e milícias curdas vêm enfrentando o Estado Islâmico.

O Estado Islâmico está no controle do vilarejo, disse a Sana.

O grupo militante, que domina grandes porções de território da Síria e do Iraque, prega uma corrente radicalmente purista do islamismo sunita, que considera hereges muito outros muçulmanos.

Combatentes do grupo já destruíram locais religiosos xiitas e sufistas, além de atacar igrejas.

[b]Fonte: G1[/b]