Evangélicos estão sendo vítimas de ataques no twitter, desde o último sábado, dia 11 de dezembro.

O #coisadecrente (ou assunto) ‘Coisa de Crente’ sugere, por exemplo, que a “crentalhada seja esquartejada e desossada.” Após as criticas, twitteiros cristãos estão promovendo corrente defendendo seus princípios.

O ataque surgiu após o tag ‘coisa de crente’ ser criado. Nele internautas teceram criticas com frases como: “Daqui a pouco os crente vão chegar no Silvio Santos e lhe oferecer emprestimo por que Jesus banqueiro,” ou “A Luciana Gimenez não convida o Pr Silas Malafaia pra discutir homossexualidade porque ele tem medo da verdade!”

Os ataques abordam diversos assuntos como os relacionados com o dinheiro, por exemplo.

“Um dia eu perguntei pra um pastor: ‘Igreja dá dinheiro? Ele disse: Não, igreja toma!’” comentou Vovo_Panico.

Por conta da polêmica o assunto chegou a liderar o item dos assuntos mais comentados em todo mundo e gerou protesto de evangélicos.

O pastor Moises Martins, da Assembléia de Deus em Florianópolis, que tem um perfil no twitter, defendeu uma postura maior dos evangélicos.

“Vivemos num país e livre e não podemos impedir este tipo de comentário, mas cabe a nós Cristãos tomar a frente e assumir nossa postura. As pessoas falam de coisas que não conhecem. Têm preconceito e o erro nosso é ficar calado. O preconceito existe, mas não pode nos abalar. Quem trabalha sério não se abala.”

[b]Fonte: Christian Post[/b]