O ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter começará uma viagem pelo Oriente Médio no sábado para conseguir apoio a um acordo de paz entre israelenses e palestinos.

Carter, de 86 anos, visitará Egito, Síria, Jordânia, Israel e os territórios palestinos com uma delegação chamada “The Elders”, liderada pela ex-presidente irlandesa Mary Robinson e que incluirá o ex-enviado da ONU (Organização das Nações Unidas) Lakhdar Brahimi.

“O objetivo de sua visita é incentivar o apoio na região para as atuais negociações de status final com ênfase na necessidade de alcançar uma paz justa e segura”, disse um comunicado do grupo, criado pelo sul-africano Nelson Mandela em 2007.

Os palestinos cancelaram as conversações diretas de paz com Israel semanas depois de iniciadas, já que os israelenses se negaram a estender uma moratória de 10 meses à construção de assentamentos judeus na Cisjordânia ocupada.

Carter tem tido um papel ativo na diplomacia desde que foi presidente, de 1977 a 1981. Ganhou o prêmio Nobel da Paz em 2002, em parte por sua contribuição aos acordos de Camp David de 1978 entre Israel e Egito.

Grupos judeus criticaram duramente um livro que ele publicou sobre o Oriente Médio em 2006, no qual descreveu a política israelense nos territórios ocupados como um “sistema de apartheid”.

[b]Fonte: Folha Online
[/b]