No começo do mês de abril, extremistas hindus agrediram um pastor e evangelista em frente a seus filhos, até que ele ficasse inconsciente.

Ramesh Devda, 30 anos, da cidade de Dhadhniya, no distrito de Meghnagar, declarou que ele foi atacado em 4 de abril após liderar um encontro de oração na vila de Chikklia. Ele disse que estava indo em direção a Bhajidongra, na fronteira dos estados de Madhya Pradesh e Gujarat, em sua motocicleta com seus dois filhos, Elias, 10, e Shimon, de 8 anos, para liderar outro encontro de oração.

Quando ele chegou à vila de Raseda, disse ele, de repente três pessoas em duas motocicletas bloquearam seu caminho e o forçaram a parar.

“De repente, estes três homens apareceram em duas motocicletas – eles me bloquearam e derrubaram minha motocicleta,” disse o pastor Devda. “Nós caímos. Eles estavam carregando grandes pedaços de bambu e porretes. Eles começaram a me bater, e então chamaram mais três homens que começaram a me atacar.”

Ele disse que ficou agradecido, pois seus filhos foram poupados, apesar de que o mais velho machucou a perna durante o ataque.

“Eles estavam furiosos comigo e me ameaçaram de morte e me avisaram para não voltar mais na área deles,” ele declarou. “Meus filhos estavam gritando o mais alto possível, pois estavam com medo. Um dos homens me atingiu na testa com um grande pedaço de bambu, ferindo minha cabeça. Os outros também bateram em meu corpo, especialmente nas minhas costas, com pedaços de bambu.”

Um golpe na testa o cegou temporariamente.

“Meus olhos ficaram escuros, e eu caí, então eles continuaram me batendo ainda mais”, declara. “Os homens foram também abusivos no linguajar e eles estavam bêbados”.

As pessoas que passavam ouviram os dois meninos chorando e vieram ajudar, e os agressores fugiram, deixando o pastor inconsciente.

“Eu não sei quem me ajudou, pois estava inconsciente”, disse o pastor Devda. “Mas eu soube depois que cristãos locais também vieram e chamaram a emergência. Como resultado, uma ambulância veio e me levou para o hospital”.

Ele foi levado para o Hospital Cirúrgico Anita, em Dahod, Gujarat. Lá, um médico identificado somente como Dr. Bharpoda lhe disse que ele tinha fraturado o crânio.

“Eu estou sendo tratado dos meus ferimentos agora, mas ainda tenho muita dor”, disse o pastor Devda.

Cristão há 15 anos, o pastor Devda é líder há 11 anos e agora trabalha com a Associação Cristã Reformada da Índia. Ele tem outros dois filhos, Ashish e Sakina de 4 anos, e sua mulher Lalita, 28 anos, é ativa junto com ele no ministério.

O pastor Devda lidera congregações nas vilas de Chikklia, Bhajidongra e Dhadhniya.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]