Um homem que fazia-se passar por padre foi preso ontem em Bari, no sul da Itália, por abusar sexualmente de menores de idade, segundo informou a imprensa italiana.

O falso padre, Angelo Maurizio Chiriatti, fazia-se chamar “padre Pietro Maria” e dizia ter fundado uma comunidade religiosa, os “Missionários de Nossa Senhora da Cava”, que tinha até um site na internet.

Nela, o falso padre, que tem antecedentes de violência sexual e falsidade ideológica, sustenta que a comunidade teria sido benzida por dois papas, assim como por diversos cardeais e bispos, e que ele mesmo tinha sido ordenado sacerdote em 1990, pelo então arcebispo de Esmirna e Éfeso, Giovanni Enrico Boccella.

O site da falsa ordem exibe fotos de supostas audiências papais aos membros da comunidade, um livro escrito pelo detido e um comunicado escrito pelo no qual, em março de 2008, se defendia de um comunicado emitido pela Cúria de Monopoli, perto de Bari, acusando-o de nunca ter sido.

Com estas falsidades, Chiriatti havia conseguido que algumas famílias de Bari lhe confiassem a educação religiosa dos menores, dos quais abusou, no ano passado.

Pelo menos uma das cinco vítimas dos abusos teria dez anos.

Fonte: EFE