A DreamWorks anunciou que vai gravar um filme sobre as denúncias de escândalo sexual na Igreja Católica, no estado americano de Massachusetts.

A informação foi divulgada no The Hollywood Reporter. Os repórteres que investigaram o caso ganharam o prêmio Pulitzer.

A empresa cinematográfica DreamWorks anunciou a produção de um filme baseado nas acusações de pedofilia envolvendo sacerdotes da Igreja Católica em Massachussets. O caso foi investigado pelo The Boston Globe e levou à renúncia do Cardeal Bernard Law. O projeto ainda não tem título e nem a estreia prevista.

Tom McCarthy assinou contrato para a direção e será co-roteirista. O roteiro está sob a responsabilidade de Josh Singer. Ele ficou conhecido pela série ‘Fringe’ e ‘The Fifth Estate’.

“A cobertura do Boston Globe sobre o escândalo abriu as portas para uma história maior, que teve ramificações em todo o mundo. A história de como esses editores e repórteres descobriram a verdade dará um filme dramático e convincente, especialmente com os talentos do nosso diretor Tom McCarthy e do roteirista Josh Singer”, falou Holly Bario, presidente da DreamWorks, ao jornal The Hollywood Reporter.

“É ótimo estar de volta no negócio, mais uma vez com os nossos amigos da DreamWorks e Anonymous, especialmente em uma história tão poderosa e ainda em evolução. Estamos ansiosos para fazer outro filme com Tom McCarthy”, destacou Jonathan King, produtor executivo.

A equipe de reportagem do The Boston Globe trabalhou durante um ano em entrevistas com as vítimas e a revisão de milhares de páginas de documentos. Com isso, foram descobertos anos de encobrimento pela liderança da Igreja Católica. As reportagens resultaram na renúncia do cardeal Bernard Law, que encobriu por anos os abusos de outros sacerdotes. O trabalho rendeu o Prêmio Pulitzer em 2003, na categoria de Serviço Público.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]