O primeiro-ministro australiano John Howard criticou nesta quinta-feira uma igreja batista de Sydney por exibir um cartaz com os dizeres “Jesus ama Osama”.

O cartaz, com um fundo de camuflagem militar, foi colocado na fachada da igreja de São Clemente, no subúrbio de Marrickville.

Sob a mensagem que afirma que Jesus ama o líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, também consta um trecho do capítulo 5, versículo 44 de Mateus: “Ama teus inimigos e reza por aqueles que te perseguem”.

Os responsáveis pela igreja alegam que a intenção é passar aos fiéis a idéia de que Jesus ama a todos, independente de quem seja.

Howard, no entanto, acha que a atitude da igreja está mal orientada.

“Entendo a motivação cristã da igreja, mas espero que eles também entendam que muitos australianos, incluindo muitos cristãos, vão achar que a igreja deveria, nessa ocasião, se preocupar com outras prioridades”.

Fonte: AFP