As guerras no Iraque e no Afeganistão já custaram até aqui US$ 1,5 trilhão (cerca de R$ 2,7 trilhões) para os Estados Unidos, quase o dobro do que se acreditava até agora, segundo um estudo publicado nesta terça-feira pelo diário The Washington Post.

O estudo, feito por congressistas do Partido Democrata (oposição), inclui em suas estimativas os chamados “custos ocultos” da guerra, como a alta nos preços do petróleo, os gastos com o tratamento de militares feridos e os juros pagos nos empréstimos tomados para custear as guerras.

Segundo o relatório, que deve ser divulgado nesta terça-feira no Comitê Conjunto de Economia do Congresso, as duas guerras já custaram mais de US$ 20 mil em média para cada família americana.

De acordo com o Washington Post, os líderes democratas pretendem usar o relatório “como evidência de que as guerras têm sido muito mais custosas do que a maioria das pessoas pensa e que uma mudança de rumo poderia economizar bilhões de dólares dos contribuintes americanos na próxima década”.

O jornal, porém, cita analistas independentes que advertem que os dados do relatório devem ser considerados com ceticismo, já que seria difícil calcular o impacto preciso da guerra do Iraque nos preços globais do petróleo ou estimar o custo da guerra ao longo do tempo, já que as situações no campo de batalha estão em mudança constante.

Fonte: BBC Brasil