Um homem de 34 anos que alega ter sido molestado por um padre mexicano há mais de 20 anos em Los Angeles está processando a Arquidiocese Católica de Los Angeles e o cardeal da Cidade do México.

O homem abriu o processo nesta quinta-feira em Los Angeles.

Ele alega que o padre Nicholas Aguilar Rivera o molestou quando era coroinha em Los Angeles, em 1987.

Aguila Rivera, padre visitante da diocese de Tehuacan, fugiu para o México após os pais do menino terem entrado em contato com autoridades da Igreja.

[b]Fonte: Folha Online[/b]