Uma igreja de pedra que pesa 660 toneladas foi suspensa e colocada, intacta, sobre uma plataforma com rodas para ser transportada para outra cidade.

O prédio, construído no século 13, no vilarejo de Heuersdorf, no leste da Alemanha, vai viajar 12 quilômetros sobre a plataforma móvel até chegar ao seu novo endereço.

O motivo da remoção é a presença, no terreno onde estava a igreja, de grandes quantidades de linhito, um tipo de carvão marrom utilizado como combustível em usinas de energia.

Os 59 moradores de Heuersdorf também tiveram de se mudar. Eles perderam uma batalha legal para impedir a empresa mineradora Mibrag de construir uma mina na região.

A empresa concordou em remover a igreja para obter o direito de explorar os depósitos de minério sob o vilarejo, perto da cidade de Leipzig, na antiga Alemanha Oriental.

O custo do projeto é estimado em cerca de US$ 4,2 milhões (aproximadamente R$ 7,6 milhões).

Obstáculos

A operação para relocar a igreja teve início na última segunda-feira e deve terminar no dia 31 de outubro, quando a construção chegar ao seu destino, a cidade de Borna.

A igreja teve de ser suspensa a uma altura de 1,5 metro e estabilizada por uma “cinta” de aço.

A jornada de 12 quilômetros apresenta uma série de obstáculos, incluindo um pequeno rio, um cruzamento com uma estrada de ferro e ruas estreitas na cidade onde a igreja vai passar a ficar.

Cerca de 200 árvores foram cortadas no percurso e duas pontes pequenas foram construídas sobre o rio Pleisse.

“O que é tão especial é que estamos transportando uma construção do século 13, e nunca houve planos de removê-la”, disse Uwe Wenzel, um dos transportadores, em entrevista a uma emissora de televisão alemã.

“Você tem de tirar medidas muito detalhadas para assegurar que o prédio está estável o suficiente para absorver a força quando você o suspende e quando o baixa novamente”, contou Wenzel.

Fonte: BBC Brasil