A Igreja Católica iniciou nesta sexta-feira a campanha “Não matarás” que conta com a adesão de 120 paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife. Segundo a Pastoral da Saúde, o estado está vivendo uma fase de “genocídio” e “banalização da morte”.

Durante a campanha, o assunto violência será abordado em todos os sermões. Em cada missa, será lida a listagem de vítimas de homicídios da semana. Os nomes serão afixados em mural em todas as igrejas.

A campanha é uma iniciativa conjunta da Igreja Católica e do site Pebodycount, contador de homicídios que funciona paralelo às estatísticas oficiais, e está dentro do tema da campanha da fraternidade desse ano que tem como tema: “Defesa da Vida”.

O PebodyCount já fez outras campanhas fora da Internet: o Marcas da Violência (que registrava no asfalto com tinta vermelha os locais onde tombaram vítimas de assassinatos) e o Marcador da Violência (um relógio digital, que marca o número anual, mensal e diário de homicídios no estado). O marcador – semelhante aos que mostram temperatura e hora em praças e ruas – fica em uma das mais movimentadas vias do Recife, e é atualizado diariamente ao meio dia.

Fonte: O Globo