O Arcebispado de Santiago manifestou sua “mais enérgica reprovação” à tentativa de atentado a bomba na paróquia de Santa María de Las Condes, um dos mais ricos bairros da capital.

A Igreja de Santiago qualificou o fato como um “atentado a um lugar sagrado e à livre expressão de fé” e ofereceu sua solidariedade e apoio à comunidade.

O Arcebispado acrescentou que todos os antecedentes do fato ocorrido no domingo foram postos à disposição das autoridades para que comecem as investigações do caso.

Pouco depois do meio-dia do domingo, a paróquia recebeu uma ligação telefônica que ameaçava colocar uma bomba no local.

O párroco informou a polícia, que encontrou o artefato explosivo e o desativou, informou o Arcebispado de Santiago.

Fonte: Ansa