Peter Matthews e Alistair Dinnie, gays que casaram numa igreja da Escócia
Peter Matthews e Alistair Dinnie, gays que casaram numa igreja da Escócia

Mesmo sabendo que seria punida, uma igreja escocesa celebrou o casamento entre dois homens numa cerimônia religiosa pela primeira vez no Reino Unido. Agora, aguarda pelas consequências.

Peter Matthews e Alistair Dinnie casaram há cerca de duas semanas na igreja de St. John, em Edimburgo, contrariando um cânone anglicano aprovado em junho passado que proíbe o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo.

Segundo o “The Times”, fonte da Igreja Episcopal Escocesa, ramo da Igreja Anglicana que funciona em St. John, assegurou que vários casais do mesmo sexo já pediram para casar ali depois daquele que foi o primeiro casamento homossexual numa igreja do Reino Unido.

O mesmo jornal adianta que o mais provável é que Igreja Episcopal Escocesa, seguida por 60 mil pessoas em 350 congregações, seja excluída dos órgãos decisores do anglicanismo.

Apesar disso, o reverendo de St. John, Markus Dunzkofer, disse estar muito feliz por ter celebrado a união gay.

A decisão escocesa teve repercussões em igrejas episcopais de vários países, encontrando oposição apenas em um grupo minoritário, sobretudo de líderes africanos. Dentro da denominação o assunto é debatido há anos e contou com uma campanha liderada por bispos anglicanos que, defendendo uma teologia liberal e inclusiva, se revelaram verdadeiros ativistas da causa LGBT.

Fonte: Jornal de Notícias – Portugal