Na Rússia, a Igreja ortodoxa foi autorizada a exercitar uma constante e atenta monitoração sobre as atividades das organizações católicas, em particular nos orfanatos.

A decisão foi divulgada ontem no final de um encontro do grupo de trabalho misto para os problemas entre católicos e ortodoxos.

Segundo o vice-diretor do Departamento para Relações Internacionais do Patriarcado de Moscou, arcipreste Vsevolod Chaplin, “o grupo de trabalho está pronto para desempenhar esses controles” e recordou a necessidade e a importância das crianças ortodoxas em orfanatos e em outros institutos católicos receberem assistência e serviço espiritual de sacerdotes ortodoxos.

Não se sabe com precisão o número de crianças ortodoxas presentes em centros católicos, mas seriam poucas centenas. Contudo, a decisão foi suficiente para provocar mais polêmicas na conturbada relação entre expoentes católicos e ortodoxos na Rússia.

Fonte: Rádio Vaticano