Em um ato que escandalizou fieis da Igreja Católica, a Igreja Universal do Reino de Deus comparou a Eucaristia ao “Pão do Mal”. A hóstia para os católicos não apenas simboliza, mas é o Corpo de Cristo.

[img align=left width=400]http://blog.opovo.com.br/ancoradouro/wp-content/uploads/sites/2/2017/03/17554543_758588530964898_7172489255069514784_n-300×534.jpg[/img]O fato que chocou os católicos aconteceu na cidade de Taquaritinga no Estado de São Paulo. Em um envelope distribuído pela igreja aos seus seguidores é orientado a fazer uma espécie de simpatia: pegar uma hóstia, colocá-la em lugar visível até o dia determinado quando deverá ser levada para uma reunião da seita.

Em comunicado em nome das cinco paróquias da cidade, os padres se disseram escandalizados. “Esta associação simbólica é um fato abominável que nenhum cristão católico pode aceitar calado se ama sua fé e adora a Nosso Senhor Jesus Cristo presente no sacramento da Santa Eucaristia“.

Por sua vez, em nota encaminhada ao blog, a Igreja Universal do Reino de Deus nega o fato. “Esclarecemos que o citado folheto não traz qualquer referência à hóstia e não faz nem remota ligação desse símbolo católico como ‘pão do mal”.

A postura da Universal segundo a nota dos padres ameaça a boa convivência. “É certo que todos temos a liberdade e o direito de expressão, mas chegamos ao limite do inaceitável, que ameaça a boa convivência entre pessoas de distintas crenças a partir do momento que nos escandaliza, bem como a todo o nosso povo, ofendendo a nossa sensibilidade religiosa. Os símbolos, doutrinas e costumes católicos são sagrados e, portanto, devem ser respeitados”.

No texto da IURD é afirmado que a instituição repudia ataques à fé alheia. “Na verdade, repudiamos com veemência qualquer ataque à fé ou às crenças dos adeptos de qualquer religião, até porque são os fieis da Igreja Universal do Reino de Deus as maiores vítimas do preconceito religioso no Brasil”.

[b]Confira a íntegra da nota da Universal
[/b]
Com referência à postagem “Universal chama Eucaristia de ‘Pão do Mal’ em simpatia distribuída aos seguidores”, publicada no blog Ancoradouro do jornal O Povo, esclarecemos que o citado folheto não traz qualquer referência à hóstia e não faz nem remota ligação desse símbolo católico como “pão do mal”.

Na verdade, repudiamos com veemência qualquer ataque à fé ou às crenças dos adeptos de qualquer religião, até porque são os fieis da Igreja Universal do Reino de Deus as maiores vítimas do preconceito religioso no Brasil.

Aliás, é o mesmo tipo de preconceito que transborda do texto assinado pelo Sr. Vanderlúcio Souza, utilizando expressões como “simpatia” e “seita”, que tentam zombar e diminuir dos milhões de adeptos da Universal em todo o mundo.

Solicitamos que estes esclarecimentos sejam publicados na íntegra no blog Ancoradouro, com urgência.

Atenciosamente,

UNIcom: Departamento de Comunicação Social e de Relações Institucionais da Universal

[b]Confira a íntegra da nota dos padres de Taquaritinga
[/b]
Nós, presbíteros da Igreja Católica Apostólica Romana, presente nas cinco paróquias da cidade de Taquaritinga:

Paróquia São Sebastião,
Paróquia São Francisco,
Paróquia Santa Luzia,
Paróquia Sagrada Família de Nazaré e
Paróquia São Pedro Apóstolo de Guariroba,

Em comunhão com o nosso Bispo Diocesano, Dom Eduardo Pinheiro da Silva, SDB e com todos os presbíteros e diáconos da Diocese de Jaboticabal, repudiamos a atitude da Igreja Universal do Reino de Deus, de Taquaritinga, de utilizar o símbolo católico da hóstia e associa-lo ao símbolo do “pão do mal”.

Esta atitude escandalizou muitíssimos fiéis católicos, que viram nos dizeres que acompanham o símbolo da hóstia uma mensagem subentendida de que a Eucaristia – sacramento de vida eterna instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo – é algo negativo e maléfico que deve ser trocado por um tal “pão da vida”.

Esta associação simbólica é um fato abominável que nenhum cristão católico pode aceitar calado se ama sua fé e adora a Nosso Senhor Jesus Cristo presente no sacramento da Santa Eucaristia.

É certo que todos temos a liberdade e o direito de expressão, mas chegamos ao limite do inaceitável, que ameaça a boa convivência entre pessoas de distintas crenças a partir do momento que nos escandaliza, bem como a todo o nosso povo, ofendendo a nossa sensibilidade religiosa. Os símbolos, doutrinas e costumes católicos são sagrados e, portanto, devem ser respeitados.

Reafirmamos a nossa fé na presença real de Nosso Senhor Jesus Cristo na Eucaristia, que consagramos justamente servindo-nos do símbolo da hóstia. A Eucaristia, hóstia Santa, é o verdadeiro “Pão da Vida”.

Nessa fé, que vem dos Apóstolos através dos séculos, convidamos a todos os cristãos católicos que reafirmem sua crença que o “senhor Jesus tomou o pão e, depois de dar graças, partiu-o e disse: ‘Isto é o meu corpo que é dado por vós’. Fazei isso em minha memória” (1Cor. 11, 23-24).

[b]Fonte: O Povo[/b]