A Polícia do Irã lançou uma nova campanha contra as mulheres que não se vestem de acordo com as estritas normas islâmicas aplicadas no país, especialmente as relacionadas ao véu islâmico.

A nova campanha, segundo publica hoje o jornal “Farhang Ashti”, faz parte das medidas aplicadas no marco do plano para elevar a segurança pública vigente no país desde maio de 2007.

Essa nova fase do plano começou no domingo em alguns bairros de Teerã, onde soldados da Polícia detiveram várias mulheres com roupas consideradas curtas.

Segundo várias testemunhas, os agentes perguntavam às mulheres sobre as lojas nas quais haviam comprado os modelos de roupas curtas, para que pudessem fechar esses locais.

Os agentes detiveram ainda diversos jovens e homens que usavam cortes de cabelos e roupas consideradas “ocidentais”, que as autoridades qualificam de “desviados”.

A Polícia fechou ontem várias lojas de roupa na região de Vandak, após acusar seus donos de terem oferecido vestidos que não se adaptam às normas islâmicas.

Fonte: EFE