[img align=left width=300]https://www.portasabertas.org.br/images/1120054/15-nigeria-0270100578.jpg[/img]

De acordo com relatórios da Portas Abertas, atualmente, além dos conflitos que os cristãos já enfrentam no nordeste da Nigéria, no estado de Taraba, que fica no famoso Cinturão Médio, um termo geográfico que classifica a região como a mais violenta do país, agora os pastores Hausa-Fulani muçulmanos também estão atacando os agricultores cristãos indígenas.

Segundo um analista de perseguição, as cenas podem ser descritas como ‘limpeza étnica e religiosa’, com características de ‘genocídio’. “A agenda islâmica quer exterminar com os cristãos e dominar todas as regiões da Nigéria. Os dados fornecidos nos relatórios apontam para um quadro histórico”, comenta ele. Apesar de tudo, os cristãos continuam firmes: “Eles não vão abalar a nossa fé”, diz um dos agricultores.

Entre dezembro 2013 e julho de 2015, as pesquisas mostraram que 1.484 cristãos foram mortos e 2.388 foram feridos. As estatísticas também mostram um grande número de deslocados, cerca de 10 mil. Muitas igrejas foram destruídas, além de casas e comércios dos cristãos que foram invadidos. Os pesquisadores estimam que as informações recolhidas só cobrem 50% da real situação, já que existem zonas em que os pesquisadores não podem entrar. Ore por essa nação.

[b]Fonte: Portas Abertas[/b]